7 curiosidades sobre o gato oriental

Classifique o artigo

Os gatos são, por si só, animais especiais, donos de uma personalidade cativante e de uma inteligência desconcertante. O gato oriental é um exemplar exímio disso mesmo. Uma das características mais vincadas e que chama mais a atenção nesta raça de gatos é a sua aparência elegante e esguia.

Licença: 
CC Attribution-NonCommercial 2.0

Os gatos são, por si só, animais especiais, donos de uma personalidade cativante e de uma inteligência desconcertante. O gato oriental é um exemplar exímio disso mesmo. Uma das características mais vincadas e que chama mais a atenção nesta raça de gatos é a sua aparência elegante e esguia. Estes gatos parecem autênticas esculturas que deslizam com uma elegância invulgar. Além disso, assumem várias cores, sendo a raça de gatos com mais cores no mundo. Mas não é só isto que torna o gato oriental tão apreciado. Há uma série de outras características e curiosidades que despertam o interesse dos humanos. Vamos ver?

1. História

O gato oriental teve origem na Tailândia e resultou do cruzamento sucessivo de gatos siameses com outras raças de gatos, como por exemplo, o russian blue ou o british shorthair. Deste cruzamento resultaram gatos com cores muito variadas e com características que os tornaram diferentes o suficiente para se assumirem como uma raça própria. A característica que mais os distingue das outras raças é mesmo a grande variedade de cores que estes gatos têm. É, inclusive, a raça de gatos mais colorida.

2. Aparência invulgar

O gato oriental apresenta um conjunto de características físicas que o tornam especial. Não são gatos de grande porte, no entanto são longos e altos, com uma postura fina e graciosa. A cabeça é longa, em forma de triângulo, e o focinho fino e comprido. As orelhas são grandes, largas e pontiagudas. O pescoço é longo e fino, assim como as patas. Quanto à pelagem, há gatos orientais de pelo curto e gatos orientais de pelo comprido. A coloração, como já foi referido anteriormente, é muito diversa. O gato oriental é elegante por natureza, desloca-se com graciosidade e exibe sempre um certo charme que não deixa ninguém indiferente.

3. Personalidade colorida

Estes gatos têm uma personalidade tão cativante quanto a sua aparência física. São gatos muito brincalhões, afetuosos e dóceis, adoram os seus donos e são-lhes eternamente fiéis. Além disso, são muito enérgicos e ativos, sempre prontos para brincar e donos de uma grande curiosidade. É frequente vê-los a explorar todos os ambientes em busca de novidades.

4. Brincadeiras

O gato oriental é um brincalhão por excelência, está sempre pronto para qualquer brincadeira. Adora jogos e brincar com o seu dono, apanhando os objetos que este lhe lança. Qualquer tipo de brinquedo é do seu agrado, desde ratinhos de borracha, bolinhas de papel ou simples caixas de papelão onde se possa esconder. Estes gatos não perdem a vontade de brincar à medida que vão crescendo, por isso, é frequente que mesmo os gatinhos idosos continuem a brincar como se ainda fossem bebês.

5. Socialização

O gato oriental é muito sociável, quer com pessoas, quer com outros animais. Adora crianças e tem uma grande adoração pelo seu dono. É o tipo de gato que vai esperar o dono à porta quando este chega e que fica imensamente triste se o dono se atrasa ou se o ignora e não brinca com ele. Além disso, adora passar horas no colo do dono enquanto recebe miminhos e festinhas.

6. Miado

Uma outra característica marcante do gato oriental é o miar. Estes gatos miam muito mais do que os outros gatos. Miam quando têm fome, quando querem brincar, quando querem a atenção do dono ou quando querem colo e mimo. Em suma, miam por tudo e por nada.

7. Saúde

Como qualquer gato, o oriental está predisposto a algumas doenças. No seu caso, as mais comuns são: doenças dermatológicas (bolhas epidérmicas, hipotricose), doenças musculo-esqueléticas, doenças neurológicas, doenças respiratórias (asma felina), doenças urogenitais, doenças imunológicas, entre muitas outras. Algumas destas doenças podem ser prevenidas através de um plano de vacinação correto, pelo que a vacinação não deverá ser descurada, bem como a desparasitação e o check-up anual no veterinário.

8. Cuidados especiais

O gato oriental não necessita de nenhum cuidado em especial além dos cuidados básicos: escovar o pelas duas a três vezes por semana, banho uma vez por mês, alimentação adequada e idas regulares ao veterinário, como já foi referido anteriormente.

Como podemos constatar, o gato oriental tem características físicas e temperamentais que o tornam especial. São gatos charmosos e elegantes, doces e astutos, sendo a companhia ideal para qualquer pessoa que adore gatos.

Classifique o artigo

Publicidade