7 características de um hotel para gatos

Classifique o artigo

Nem sempre donos e gatos podem estar juntos, mas nem pensar em deixar o gato muito tempo sozinho! Quando surge a necessidade de uma separação temporária é vantajoso poder contar com a ajuda de um bom hotel para gatos.

Gatos a brincar no hotel
Licença: 
CC Attribution-NonCommercial-NoDerivs 2.0

Nem sempre donos e gatos podem estar juntos, mas nem pensar em deixar o gato muito tempo sozinho! Quando surge a necessidade de uma separação temporária é vantajoso poder contar com a ajuda de um bom hotel para gatos. No entanto, na hora de deixar seu amiguinho num hotel, há que reparar bem em algumas características do hotel. Vamos lá saber quais?

1. Higiene

Os gatos são animais extremamente asseados e apreciam a limpeza dos espaços que habitam. Assim sendo, uma das principais características a procurar num hotel para gatos é a higiene das instalações oferecidas aos animais. Não só os dormitórios devem estar em perfeitas condições de asseio, como também as zonas dos banhos, os espaços de recreio e as áreas destinadas aos tabuleiros para as necessidades, devem obedecer a rigorosos critérios de limpeza e higiene.
Possíveis focos infecciosos devem ser combatidos na origem, assim como deve ser feita a esterilização de todos os utensílios de higiene e mantido um eficaz controlo de pulgas, carraças e outros parasitas prejudiciais ao bem-estar e à saúde dos pequenos felinos. 

2. Rigor na admissão dos gatos

Uma forma de garantir a boa qualidade de vida dos gatos hospedados no hotel é exigir logo à entrada uma determinada quantidade de condições determinantes para a admissão dos animais. Entre essas condições constam: o rigor quanto ao estado de saúde do animal - vacinas, desparasitação e doenças, hábitos ou costumes que o animal possa ter e que se revelem inibidores de uma pacífica convivência com a rotina do hotel, bem como intolerâncias alimentares e possíveis reações alérgicas a diversos elementos. 

3. Segurança

A segurança das instalações é muito importante quando se tem que lidar com hóspedes tão irrequietos e aventureiros quanto os gatos! Os gatos correm, trepam, saltam e desaparecem da nossa vista num piscar de olhos. Se não quer perder o seu amiguinho, confira sempre a questão da segurança! Claro que não se pretende que os animais estejam enclausurados em jaulas hermeticamente fechadas para que não exista o risco de fuga, o ideal é encontrar um hotel que disponibilize conforto e segurança em iguais proporções.

Áreas bem vedadas e de difícil saída, formas engenhosas e eficazes de garantir que os animais não têm acesso ao exterior sem serem detectados, e a existência de garantias de que em caso de desaparecimento de algum gato existem maneiras rápidas e eficazes para tentar solucionar o problema, são requisitos obrigatórios para um bom hotel para gatos. 

4. Alimentação

Os gatos têm gostos muito especiais no que diz respeito à alimentação, e se é verdade que grande parte deles acaba por se acostumar com rações diferentes daquelas a que estão acostumados, existem outros que se recusam terminantemente a ingerir alimentos que não sejam os da sua eleição. Assim, convém sempre conferir se o hotel adota uma boa política no que diz respeito à qualidade e quantidade de alimentação fornecida aos animais. É uma mais-valia a possibilidade de cada gato ter a sua própria alimentação, independente da dos outros gatos, se existir essa necessidade.

Poder deixar no hotel a ração à qual o gato está habituado, em quantidade suficiente para cobrir a permanência do pequeno felino, é outra boa maneira de lidar com animais mais exigentes. É um bom indicativo da qualidade do hotel quando este não se opõe nem levanta dificuldades quanto a isso.

5. Assistência clínica especializada

O ideal seria que todos os hotéis para gatos tivessem o seu próprio serviço de cuidados veterinários disponíveis durante as 24 horas do dia. Em caso de isso não acontecer, é importante que pelo menos o hotel disponibilize serviços de enfermagem permanentes, bem meios de encaminhar casos de urgência que possam ocorrer durante o período de estadia dos animais. Um veterinário, ainda que em tempo parcial, é outra das características decisivas para a escolha de um hotel para gatos.

De igual forma para gatos que tomem medicação diária ou ocasional é muito importante que os donos se assegurem previamente da existência de disponibilidade por parte do hotel para assegurar esses cuidados, e recolher garantias de que os medicamentos serão ministrados ao animal na dosagem correta e no horário indicado. Qualidade e capacidade de resposta na área da saúde são exigências que os donos dos gatos devem ter sempre presentes antes de se decidirem pelo hotel aonde deixar o seu animal de estimação! 

6. Brinquedos e formas de divertimento

Os gatos são animais muito ativos que necessitam de desafios diários aonde possam libertar a energia e fazer exercício de forma divertida e movimentada. Um requisito que os donos devem procurar num hotel para gatos é a existência de brinquedos e artefactos capazes de servir como distração, constituindo ao mesmo tempo fontes de prazer para os animais. Bolas, guizos, troncos de cordas, jogos de redes entrelaçadas, caixas de diversos tamanhos e texturas, bonecos sonoros, enfim… existem mil e uma possibilidades e um bom hotel para gatos sabe disso muito bem! 

7. Bom isolamento térmico

O frio ou o calor excessivos incomodam profundamente os gatos e, dependendo da altura do ano em que a hospedagem vá acontecer, é preciso verificar se o hotel possui um bom isolamento térmico. Os espaços reservados aos animais devem possuir sistemas de aquecimento ou ventilação eficazes, de forma a proporcionarem aos animais boas condições de habitabilidade, sem que se sintam incomodados com os excessos de temperatura.

É necessário ter muita atenção, pois o frio ou o calor em excesso podem induzir a estados depressivos ou de letargia sempre muito desaconselhados nestes pequenos felinos!

Classifique o artigo

Publicidade